Caixa de assinatura de joias e lingeries aposta em reaquecimento do mercado

Antes da crise financeira brasileira, o modelo de caixa de assinatura parecia não ter limite para o seu crescimento, aproveitando-se da explosão de compras online no mercado nacional. Ao que tudo indica, apontamentos mais otimistas sobre o desenvolvimento do mercado parece ter revivido o interesse no segmento.

Essa é a aposta da equipe da Itself Box, responsável pela mais nova caixa de assinatura de joias e lingeries produzidas na serra gaúcha. Segundo a equipe criadora, o produto utiliza-se da grande concentração de fabricantes locais, com uma variedade que nem sempre chega às consumidoras finais, à possibilidade de surpreender as clientes com produtos exclusivos por um valor mais acessível do que o disponível no varejo.

O modelo de negócios utiliza planos mensais ou trimestrais que distribuem os produtos e acessórios com base nas informações de tamanho, estilo e preferências da cliente. A assinante não escolhe o pacote a ser recebido, mas o pacote é montado de acordo com o perfil estabelecido para ela.

Isso reduz os riscos de manutenção das assinaturas, mas não converte a caixa de assinatura de joias e lingeries em algo excessivamente próximo ao varejo. O serviço está em frase de pré-lançamento, e contará com a divulgação de influenciadores digitais do segmento como uma aposta no alcance e visibilidade da proposta.

Outra tendência observada pelo projeto é a noção de produções locais para consumo global. Todos os kits incluem um material que explica quem é o fabricante dos produtos. Além disso, o conceito, as dicas de uso e informações relacionadas são oferecidas em uma embalagem exclusiva.

A noção de exclusividade é, aliás, a grande aposta do projeto. Ao mesmo tempo, um valor competitivo é um argumento de vendas importante ao entregar uma caixa sobrevalorizada em relação ao preço pago. Segundo a análise da equipe, há espaço para o retorno do modelo de caixa de assinatura no mercado nacional, e a tendência é de crescimento a médio e longo prazo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *